Renan Santos

Combate à poluição do ar

Estamos na Semana do Meio Ambiente e a ONU (Organização das Nações Unidas), utilizando esse momento de preocupação ambiental, lançou, há alguns dias, uma campanha para alertar sobre à poluição do ar.

Todos nós podemos fazer nossa parte nessa luta contra a a degradação do planeta. Existem diferentes tipos de poluição que afetam o meio ambiente e a nossa saúde de várias formas. Por meio da agricultura, da poluição doméstica, da indústria, do transporte e do lixo (resíduos).

Vamos aproveitar este momento para falarmos um pouco mais sobre os resíduos secos e orgânicos. Você consegue obter mais informações sobre as demais formas de poluição no site da ONU, clicando aqui.

Globalmente, estima-se que 40% dos resíduos são queimados a céu aberto. O problema é mais severo em regiões em processo de urbanização e em países em desenvolvimento. A queima a céu aberto de dejetos agrícolas e municipais é praticada em 166 dos 193 países.

Outro grande problema é a destinação de resíduos orgânicos para aterros sanitários, que acabam emitindo metano, dioxinas nocivas e carbono negro na atmosfera.

Uma separação adequada, a redução do desperdício e a destinação correta dos resíduos orgânicos pode nos ajudar a melhorar a qualidade do ar.

Separar o lixo orgânico e transformá-lo em composto ou bioenergia melhora a fertilidade dos solos e/ou fornece uma fonte alternativa de energia.

Nesta campanha, a ONU nos desafia a realizar alguma ação para a diminuição da poluição do ar. Algumas delas são:

  • Use o transporte público ou caronas compartilhadas, ande de bicicleta ou a pé;
  • Troque seu carro por um híbrido ou elétrico;
  • Desligue o motor do carro quando estiver estacionado;
  • Reduza seu consumo de carne e laticínios para ajudar a reduzir as emissões de metano;
  • Faça a compostagem de alimentos orgânicos e separe o lixo não orgânico;
  • Migre para sistemas e equipamentos de aquecimento doméstico de alta eficiência ;
  • Poupe energia: Desligue as luzes e os equipamentos eletrônicos quando não estiverem em uso;
  • Escolha tintas e móveis não tóxicos.

A Compostando esta aqui para te ajudar a cumprir ao menos um desses desafios: o da compostagem. Estamos com as inscrições abertas para nosso projeto piloto de separação e coleta de resíduos orgânicos para compostagem, saiba mais aqui e inscreva-se!